PT  / EN
BEYRA SUPERIOR / TINTO

BEYRA SUPERIOR / TINTO

12 meses em barricas novas de carvalho francês 1/3 e americano 2/3. / Lote de uma selecção de uvas em várias parcelas de vinha, das castas Tinta Roriz (Tempranillo), Jaen (Mencia), Touriga Nacional e uma pequena percentagem de vinhas velhas com Rufete. / Solos xistosos.

NOTAS DO ENÓLOGO
As uvas que deram origem a este vinho foram vinificadas em conjunto, tive por objectivo vindimar as várias castas nas várias parcelas na altura em que pensei que o resultado seria o melhor para produzir um vinho de guarda. Grande concentração, muito fresco, o lote deu origem a um aroma muito complexo onde se conjugam harmoniosamente as notas de barrica que adicionam complexidade às especiarias, aos frutos pretos, ao alcaçuz, às violetas num conjunto que promete melhorar em garrafa ano após ano. Complexidade, aroma muito concentrado, vigoroso e estruturado na boca com
uma textura espessa a denotar uvas criadas com stress.

Antes de o beber decante-o, disfrute-o com pratos de carne fortes, caça e ou
queijos fortes que mais goste.

BEYRA SUPERIOR / BRANCO

BEYRA SUPERIOR / BRANCO

6 meses em barricas novas e usadas de carvalho francês, fermentação e estágio com agitação de borras finas. / Uvas de vinhas velhas das castas: Síria, Fonte Cal e Rabo de Ovelha. / Solos graniticos e xistosos com filões de quartzo.

NOTAS DO ENÓLOGO
As uvas para este vinho são provadas nas parcelas com muita frequência antes da vindima, tentando nas vinhas velhas obter o melhor de cada casta e assim um equilíbrio entre elas. Muito intenso e mineral, notas citricas e florais bem integradas com os aromas provenientes da fermentação em barricas, na boca é cremoso e gordo com final muito fresco e longo. A alma deste vinho está na combinação única entre uvas das castas Síria, Fonte Cal e Rabo de Ovelha de vinhas muito velhas plantadas em solos graníticos e xistosos com filões de quartzo, na bacia hidrográfica do rio douro a uma altitu-
de média de 700 metros.

Acompanhe-o com queijos muito intensos e gordos, açordas de peixe, peixes
gordos no forno…

BEYRA / RESERVA / TINTO

BEYRA / RESERVA / TINTO

Estágio de 8 meses em barricas usadas de carvalho francês (1/3) e carvalho americano (2/3) / Uvas das castas: Tinta Roriz (Tempranillo) e Jaen (Mencia) / Solos xistosos de altitude.

NOTAS DO ENÓLOGO
Aroma frutado com discreto mineral muito elegante, em equilíbrio com notas de barrica. Frutos silvestres, especiarias, discretas notas de baunilha e tosta. Frutado e persistente, com final de boca fresco e elegante.

Experimente-o com assados de carne, presunto ibérico e queijos curados. 

 

BEYRA QUARTZ / RESERVA / BRANCO

BEYRA QUARTZ / RESERVA / BRANCO

Jovem / Estágio de 6 meses em aço inox. / Uvas das castas Siria e Fonte Cal / Solos exclusivamente graniticos com muitos filões de quartz.

NOTAS DO ENÓLOGO

Muito mineral e citrico, toranja, com ligeiro fumado, acidez vibrante com estrutura a deixar antever um bom envelhecimento em garrafa. A alma deste vinho está na combinação única entre uvas das castas Síria e Fonte Cal, de vinhas plantadas exclusivamente em solos graníticos com filões de quartzo, na bacia hidrográfica do rio Douro a uma altitude média de 725 metros.

Excelente com marisco, peixes gordos, queijos de ovelha curados.

 BEYRA / BIOLÓGICO / TINTO

BEYRA / BIOLÓGICO / TINTO

Jovem / Estágio de 12 meses em aço inox. / Uvas 50% Touriga Nacional e 50% Tinta Roriz.
/ Solo granítico.

NOTAS DO ENÓLOGO
A minha paixão por vinhos frescos e minerais, levou-me a seleccionar em solos graniticos de baixa produtividade uvas das castas Touriga Nacional e Tinta Roriz e vinificá-las com o mínimo de maceração de modo a que a casta pudesse exprimir todo o seu carácter, resultou num vinho de aroma muito fresco, notas minerais e frutos silvestres, final longo e elegante com taninos presentes.

Sugiro que o acompanhe com um bom presunto ibérico, queijos de ovelha curados e ou um suculento bife.

 

BEYRA / BIOLÓGICO / BRANCO

BEYRA / BIOLÓGICO / BRANCO

Jovem / Estágio de 3 meses em aço inox. / Uvas biológicas das castas: Síria, Fonte Cal, Malvasia Fina e Rabo de Ovelha. / Solo granítico em altitude.

NOTAS DO ENÓLOGO
A baixa produtividade dos solos graníticos, em especial em modo de produção biológico, deu origem a este vinho de aroma intenso, fresco e muito elegante, com notas citricas em harmonia com notas florais muito discretas. Na boca é muito fresco com volume proporcionado por contacto e levantamento das borras finas até ao engarrafamento.

Sugiro que o beba como aperitivo, ou a acompanhar peixes grelhados, saladas com queijo fresco.

 

 

BEYRA / TINTO

BEYRA / TINTO

Jovem / Estágio de 12 meses em aço inox / Uvas das castas Tinta Roriz (Tempranillo) e Jaen (Mencia) / Solos graniticos e xistosos com filões de quartzo.

NOTAS DO ENÓLOGO
Aroma frutado com discreto mineral muito elegante, com frutos silvestres e especiarias, fresco, com fruta e persistência a marcarem o final de boca. A alma deste vinho está na combinação única entre uvas das castas Síria e Fonte Cal de vinhas velhas plantadas em solos graníticos e xistosos com filões de quartzo, na bacia hidrográfica do rio Douro a uma altitude média de 700 metros.

Experimente-o com pratos de cordeiro, petiscos, queijos, pastas e cozinha mediterrânica em geral.

 

BEYRA / BRANCO

BEYRA / BRANCO

Jovem / Estágio de 4 meses em Aço Inox / Uvas das castas Síria e Fonte Cal / Solos graniticos e xistosos com filões de quartzo.

NOTAS DO ENÓLOGO
Frutado citrico e mineralidade, toranja, notas de urtigas e flores brancas, muito fresco e leve na boca, a revelar a altitude das vinhas. A alma deste vinho está na combinação única entre uvas das castas Síria e Fonte Cal de vinhas velhas plantadas em solos graníticos e xistosos com filões de quartzo, na bacia hidrográfica do rio Douro a uma altitude média de 700 metros.

Excelente como aperitivo, para petiscar, com peixe grelhado e marisco, com amigos.

 

BEYRA / TEMPRANILLO / ROSÉ

BEYRA / TEMPRANILLO / ROSÉ

Jovem / Estágio de 4 meses em aço inox / Uvas 100% Tempranillo de vinhas de altitude média de 750 m / Solos xistosos.

NOTAS DO ENÓLOGO
Aroma intenso de frutos vermelhos, cerejas, framboesas e morangos, com discretas nuances de frutos tropicais. Suave, com corpo médio que lhe dá uma grande aptidão gastronómica.

Sugiro só como aperitivo ou com pratos da cozinha mediterrânica em geral. 

 

 

BEYRA /  VINHAS VELHAS / BRUTO

BEYRA / VINHAS VELHAS / BRUTO

Uvas 100% Síria de Vinhas Velhas. / Solos graníticos com filões de quartzo. / Primeira fermentação com estágio em borra fina e “bâtonnage”. / Método Clássico.

NOTAS DO ENÓLOGO
De bolha fina e persistente, tem um aroma muito fresco - cítrico e mineral - com notas de frutos secos. Na boca sentimos cremosidade em combinação com uma acidez vibrante da casta Síria.

Pela sua versatilidade, é um excelente aperitivo, assim como acompanha bem sobremesas.